quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

O GUIA DO MOCHILEIRO DAS GALÁXIAS - DOUGLAS ADAMS

Olá meus amores!!
Hoje eu vim trazer a resenha do Desafio de Gêneros, do mês de fevereiro. A idéia inicial seria ler o livro Sentinela, da escritora Thais Lopes, mas só peguei meu exemplar do livro no dia 21 e achei que não daria tempo de ler e resenhar. Portanto tive que escolher outro livro, e essa foi a escolha. Demorei um pouco para ler porque tive que ler em PDF, o que não me agrada muito. Mas vamos a resenha!!

DESAFIO DE GÊNEROS - FEVEREIRO: FICÇÃO CIENTÍFICA


Título: O Guia do Mochileiro das Galáxias
Título Original: The Hitchhiker's Guide to the Galaxy
Autor: Douglas Adams
Ano:2004
Páginas: 204
Avaliação (1 a 10): 6

Sinopse: O Guia do Mochileiro das Galáxias - Arthur Dent tem sua casa e seu planeta (sim, a Terra) destruídos em um mesmo dia, e parte pela galáxia com seu amigo Ford, que acaba de revelar que na verdade nasceu em um pequeno planeta perto de Betelgeuse.
Considerado um dos maiores clássicos da literatura de ficção científica, este livro vem encantando gerações de leitores ao redor do mundo com seu humor afiado. Este é o primeiro título da famosa série escrita por Douglas Adams, que conta as aventuras espaciais do inglês Arthur Dent e de seu amigo Ford Prefect. A dupla escapa da destruição da Terra pegando carona numa nave alienígena, graças aos conhecimentos de Prefect, um E.T. que vivia disfarçado de ator desempregado enquanto fazia pesquisa de campo para a nova edição do Guia do Mochileiro das Galáxias, o melhor guia de viagens interplanetário. Mestre da sátira, Douglas Adams cria personagens inesquecíveis e situações mirabolantes para debochar da burocracia, dos políticos, da "alta cultura" e de diversas instituições atuais. Seu livro, que trata em última instância da busca do sentido da vida, não só diverte como também faz pensar.

Resenha:  Arthur Dent começou sua quinta-feira com uma séria preocupação. O conselho municipal tinha determinado a demolição da sua casa para a construção de um desvio. Assim que levantou e foi escovar os dentes viu o trator parado em frente sua casa, apenas esperando que ele saísse para começar o procedimento. 
Ao sair de casa, Arthur deita em frente da sua casa, na lama, determinado a impedir que destruam sua casa, e realmente deprimido com a idéia de que isso possa acontecer. O sr. Prosser era o responsável por demolir a casa de Dent e depois de certo tempo estava impaciente pela insistência dele em atrasar o seu tabalho. Essa cena se arrasta até que uma coisa improvável acontece, Ford, um amigo de Arthur convence o Sr. Prosser a se deitar na lama no lugar de Dent.enquanto os dois vão até o bar tomar um chopp. 
"– Mas o projeto estava em exposição...
– Em exposição? Tive que descer ao porão pra encontrar o projeto.
– É no porão que os projetos ficam em exposição.
– Com uma lanterna.
– Ah, provavelmente estava faltando luz.
– Faltavam as escadas, também.
– Mas, afinal, o senhor encontrou o projeto, não foi?
– Encontrei, sim – disse Arthur. – Estava em exibição no fundo de um arquivo trancado, jogado num banheiro fora de uso, cuja porta tinha a placa: Cuidado com o leopardo.
Uma nuvem passou no céu. Projetou uma sombra sobre Arthur Dent, deitado na lama fria, apoiado no cotovelo. Projetou uma sombra sobre a casa de Arthur Dent. O Sr. Prosser olhou-a, de cara feia.
– Não chega a ser uma casa particularmente bonita.
– Perdão, mas por acaso gosto dela."
Enquanto estavam no bar, Ford insistia que eles tinham que tomar os seis chopps que haviam pedido o mais rápido possível, pois a Terra seria destruída em poucos minutos. Arthur, envergonhado pela suposta loucura do amigo em afirmar tal coisa, tenta intermediar a relação com o restante do bar para que não fizessem chacota com eles. Então o mais improvável acontece... Os vogons invadem a Terra com suas espaçonaves, com o intuito de demoli-la, pois a galáxia precisava criar um desvio e a Terra estava no meio do caminho. Assim começa a destruição da Terra.
Ford, que se revela um extraterrestre vindo de Betelgeuse, já estava pronto para isso e tinha um plano: pegam carona em uma espaçonave dos vogons e vão para o espaço.
Após os vogons, uma raça que nunca dão carona, descobrem a existencia dos mochileiros na nave, ordenam a procura e evacuação dos intrusos. Ao serem encontrados, os jogam no espaço, o que dão a eles cerca de 30 segundos de vida até que não consiga mais respirar. Então algo realmente improvável acontece, são resgatados por outra espaçonave, antes que perdessem a capacidade de respirar. A partir de então várias outras coisas improváveis começam a acontecer, e os personagens do livro passam por situações tensas e engraçadas. 
"– Eu não disse? – exultou Ford, ofegante, tentando agarrar-se à calçada, que neste momento atravessava o Terceiro Domínio do Desconhecido. – Eu disse que ia pensar em alguma coisa.
– É, é claro – disse Arthur. – Claro.
– Grande idéia minha – disse Ford – achar uma nave passando por perto e ser salvo por ela.
O universo real se retorcia sob eles, assustadoramente. Diversos universos falsos passavam silenciosamente por ali, como cabritos monteses. A luz primai explodiu, espirrando pelo espaço-tempo como coalhada derramada. O tempo floresceu, a matéria encolheu. O maior número primo se acocorou quietinho num canto, para nunca mais ser descoberto.
– Ah, essa não – disse Arthur. – A probabilidade de isso acontecer era infinitesimal.
– Não reclame, deu certo – disse Ford."
O guia do mochileiro da galáxia era um livro que contava com diversas edições, que era atualizada regularmente pelos mochilieros que faziam diversas descobertas no espaço. Era uma espécie de máquina em que você digitava sua dúvida e a resposta aparecia em sua tela. Ford era um mochileiro que ficou preso por 15 anos na Terra, com o intuito de modificar a definição dela no guia.
O livro é muito interessante, bem escrito, articulado e o enredo devidamente fechado. Douglas Adams não economizou no bom humor e na ironia em tudo o que escreveu. Em diversas horas do livro, os acontecimentos me levava a refletir e perceber a crítica do autor referente a sociedade e as burocracias políticas que vivenciamos no nosso dia a dia. É realmente brilhante. 

Bom gente, por hoje é isso!!Muitos de vocês já devem ter lido o livro, pois é um clássico da ficção científica. Espero que tenham gostado da resenha. Deixem abaixo a opinião de vocês sobre o livro. 

Bjoss,
Thaís Silveira Venzel

16 comentários:

  1. Já tinha ouvido falar desse livro e fiquei com vontade de ler. Agora ainda mais!
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito interessante, vale a pena ler!
      Bjoss

      Excluir
  2. Psiu! Te marquei numa TAG lá no blog!
    Responde ta!? haha
    Ta aqui nesse link: http://monevenzel.blogspot.com.br/2015/02/tag-minha-faculdade.html

    bjin

    ResponderExcluir
  3. Olá, Thaís. Tudo bem?
    Esse livro e a série então entre minhas obras favoritas, principalmente por causa das críticas à realidade a partir de situações bem irreais.
    Adams era um gênio!

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de fevereiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaah que bacana!
      Não entrou para os meus favoritos, mas ainda assim eu gostei muito! Adams com certeza é um gênio!
      Bjoss

      Excluir
  4. Muito bom! Sou louca pra ler esse livro, adoro sci-fi! <3
    Conheci seu blog através do de sua irmã, Mone! *-*

    4sphyxi4.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que possa ler em breve!!
      Que bacana, ela sempre falando de mim lá! *-*
      Bjoss

      Excluir
  5. Adorei a resenha! Realmente, O Guia do Mochileiro das Galáxias é um livro realmente inteligente, e foi isso que fez com que eu gostasse dele. O humor irônico é ótimo, e o livro é muito bem estruturado. Adoro!

    Beijos,
    http://lendouniversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siim, são combinações perfeitas, não é?
      Adoro livros com aquela devida carga de ironia!
      Bjoss

      Excluir
  6. Olá,
    Eu confesso não ter muito interesse nesse livro, apesar de todo mundo elogiar eu realmente não me interesso pela obra e sua premissa, simplesmente não faz meu estilo de leitura.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo como é!
      Não tem como gostar de tudo também,né?
      Bjoss

      Excluir
  7. Olá!

    Eu gosto muito deste livro! Dou boas risadas com ele, pena que eu não estou conseguir progredir com a leitura da continuação, acho que não estou em um bom momento para este gênero =(

    http://refugiorustico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Não é mesmo ótimo? Dei boas risadas também!
      Espero que consiga dar continuidade na série!!
      Bjoss

      Excluir
  8. Oii Thaís, tudo bem??? Estou com todos os livros do Guia aqui para ler, mas ainda não consegui. E olha que eu comprei lá na Black Friday, paguei bem baratinho, 10,00 por todos os 5 :)
    Primeiro, comprei por causa do preço <3 (quem resiste a uma promoção dessas?) e depois comprei porque todos falavam muito bem. E eu adoro livros que trazem críticas. Acho isso muito importante, e justamente falei sobre isso na postagem de hoje lá no blog :)
    E a sua resenha, como os elogios, me motivou a tentar passar esses livros na frente dos demais, kkkk. Só que pelo visto, ele é bem pirado também né? hahhaha
    Beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gih! Estou bem e você?
      Nossa, a uma promoção dessas é realmente impossível de resistir!!!
      Realmente, sempre ouvi falar muito bem do livro, e lendo confirmei tudo o que tinha ouvido antes!
      Espero que passe na frente mesmo! haha
      Bjoss

      Excluir